quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

Sem métrica, sem rima...só versos.


E antes que seja tarde 
deixa um abraço de recordação
um sorriso sem graça 
mas cheio de emoção
uma palavra sincera
um adeus nas entrelinhas
com gostinho de que eu vou voltar...
O resto deixa que o tempo resolva
que brinque com a nossas vidas
mas que traga de volta
tudo que um dia se perdeu.
Porque o que é nosso sempre volta
nos braços da recordação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário