domingo, 30 de dezembro de 2012

Caminhos sem direção...



Eu já fui feliz um dia, quando da minha vida fizeste parte.
Pena que o tempo passa...
Que os momentos bons da vida passam tão rápido que quando a gente percebe já foi.
Sinto saudades de uma época que às vezes nem sei se de fato vivi.
Sonho ou fantasia?
O que de fato é real, ou foi real?
Tempo, tempo, tempo.
Desencontros e despedidas.
Acasos outrora não fazem mais sentido.
Onde me perdi?
Hoje, está tudo diferente...
Eu mudei, nem sei até que ponto...
Parece que não me encaixo na minha própria vida.
Perdida em lugares que não fazem sentidos.
Caminhos que se cruzam sem setas de direção.
O que falta?
Consciência tem... talvez falte a razão e a decisão de mudar.
Ou talvez esteja em um pesadelo esperando acordar...
Resta apenas saber quando?

quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

Sem métrica, sem rima...só versos.


E antes que seja tarde 
deixa um abraço de recordação
um sorriso sem graça 
mas cheio de emoção
uma palavra sincera
um adeus nas entrelinhas
com gostinho de que eu vou voltar...
O resto deixa que o tempo resolva
que brinque com a nossas vidas
mas que traga de volta
tudo que um dia se perdeu.
Porque o que é nosso sempre volta
nos braços da recordação.