domingo, 27 de fevereiro de 2011

Saudades...


De tantas coisas, tantas pessoas, tantos momentos...
Saudades até chorar...
Huahauhauahauahauhauahaua
Das pequenas coisas, de sonhar coisas que nos deixam pensando o dia todo...
De ficar na calçada conversando com os vizinhos, amigos, conhecidos...
Ê saudade...
De minha casinha, meu aconchego...
De sair sem hora pra voltar...
Das cachaças com os amigos da faculdade...
Ow tempo bom.
Ê saudade...
Da velha infância, do meu herói...
Dos amores não correspondidos...
Saudades até daquele velho patins que tanto me fazia cair...
Ê saudade...
Do abraço amigo e carinhoso do meu grande e amado pai...
Dos conselhos mestres da minha avó,
E até das brigas com a minha mãe...
Queria tanto poder voltar no tempo pra fazer tudo exatamente como foi...
Pode reviver cada momento único saboreando cada segundo com a felicidade transbordando...
E me sentir feliz novamente...
Pessoas, momentos, lugares...recordações!!!

Dias, que dias...

Sabe aqueles dias que você fica pensando, pensando e não chega à conclusão nenhuma?
Pois eh estou eu a passar por esse dia...
Não sei o que se passa comigo...
Nem sei mais o que sinto o que tenho vontade, ou mesmo o que quero fazer...
Parece que tudo está ruim.
Esperava algumas coisas se definirem para tudo se acertar, mas ai, tudo se definiu, tudo se acertou e eu continuo assim... esperando algo acontecer pra me tirar dessa tristeza constante e inconstante...vai entender...
Contrastes a parte, devo dizer que mudei.
De repente joguei tudo pra cima e resolvi viver de cabeça pra baixo...
Doida, louca, ou simplesmente sem definições...
Sai lah o que se passa dentro de mim... queria eu saber...
É só um sentimento sem explicação, ou será que isso realmente pode se chamar de sentimento.
Será que eu estou vivendo em nada ou coisa nenhuma??
Estou chegando à conclusão que preciso de um empurrão pra voltar à vida.
Achar felicidade onde não se tem alegria onde só resta tristeza e preocupação...
Queria ser uma eterna criança sem nada a se preocupar, apenas com a prova do dia seguinte, mal sabendo ela que isso na vida não é nada...
Mas de criança eu não tenho nada...
Idade mais uma vez se aproximando e as crises se aglomerando...
Alguém tem um manual que ensine a viver... ser feliz com pouco ou coisa nenhuma??
Estou precisando mesmo é me encontrar e recapitular o que a muito anda perdido: minha alma, meu ser, minha vida!!!