domingo, 11 de dezembro de 2011

O Valor de uma Amizade!!!

Sabe aqueles dias que o que mais você precisa é de um ombro amigo? Sei lá, conversar, bater um papo ou simplesmente desabafar???
Ultimamente estou assim...sentido muito a falta dos meus amigos, principalmente os que estão tão distantes...
É tão triste viver longe deles...
Por mais que você possa falar por telefone, internet...não é a mesma coisa.
Às vezes precisamos da presença física pra nos manter fortes e dispostos a enfrentar o mundo...
As vezes precisamos apenas de alguém, que mesmo que não possa ajudar, nos esculte...
Um amigo vale mais que mil amores...
É aquele que nos escuta sem julgamentos...
Que nos conhecem até mais que nós conhecemos...
Enfim, amigo é um anjo que entra nas nossas vidas pra nos ajudar a enfrentar desafios, evitar fazer besteiras (mas não fazem milagres), colocar a gente pra cima quando tudo estar pra baixo...
Saudades das farras com Ilane, das aventuras com Eltinho, dos desabafos com a nerd...todos se fazem presentes mesmo na distância e isso é muito bom, mas as vezes não é suficiente.
Não estou triste nem feliz, apenas com uma saudade sem fim...
Mas, queria aproveitar esse espaço pra falar o quanto eu sinto a falta de vocês.
Amo cada amigo como se fosse único na minha vida, cada um tem seu espaço e seu lugar na minha vida.
Cada um de um jeito único e verdadeiro e só quem tem amigos verdadeiros sabe do que eu estou falando...
Me sinto um nada longe de vocês, quando me abandonam sem dar noticias...
Não esqueçam que eu existo pois eu JAMAIS esqueço que vocês EXISTEM  e fazem parte da MINHA VIDA.
AMO vocês!!!

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

CHEGA, JÁ BASTA e PONTO FINAL!!!


Sabe, ando cansada...
Cansada de tapar feridas, de pensar no futuro quando o presente se arrasta, ou simplesmente não estar bom...
Cansada de tudo que me envolve...
Vivemos em um ambiente de superação a cada segundo, de fatos contraditórios, de pessoas que nos sorrir, mas nas costas te apunhala...
Às vezes me pergunto se nasci na época certa, porque a cada dia pra mim parece pior...
As pessoas não aceitam as diferenças, se acham cada um dono do mundo, e faz das suas opiniões algo absoluto.
Estou cansada de fingir que tudo estar bem sem estar...
Cansada de ser quem eu não sou, por simplesmente achar que talvez as pessoas não gostem do meu jeito, mas quem me garante que gostam do jeito que eu estou mostrando ser???
Cansada de sempre colocar as pessoas em primeiro plano e quanto a mim sempre venho no final de cada lista.
Cansada de simplesmente me sentir cansada.
Até quando vou aguentar viver assim?
Tendo a falsa impressão de felicidade quando na verdade meu eu grita por socorro...
Simplesmente  não sei, acredito que até meu ser interior se rebelar e gritar lá de dentro: CHEGA, JÁ BASTA e PONTO FINAL!!!

sábado, 16 de julho de 2011

Recomeço



Depois de tanto tempo ausente, senti uma vontade enorme de compartilhar um pouco da minha vida com vocês, digamos que matar um pouco das saudades...
Foram alguns meses sumida, mas meses de muita reflexão. Muitas coisas mudaram...
Sabe quando tudo na sua vida estiver, com licença da palavra, UMA MERDA? Que nada que você faz ou tenta dar certo? Você se sente em uma encruzilhada sem saber qual o caminho seguir? Pois é, minha vida estava assim...
Foram alguns anos empurrando a vida, os problemas com “a barriga” pra que? Descobri que quando mais empurrava os problemas, mas eles se tornavam grandes e difíceis de resolver... até chegar um momento que não tem mais como deixar pra depois...
E foi isso que aconteceu comigo. Chegou um dia que tive que jogar tudo de uma só vez pra cima e deixar o céu desabar de uma só vez, afinal, não me restava mais nada a fazer...
Pra minha surpresa, e que surpresa, como a própria essência da palavra diz... me surpreendi com muita gente...A pessoa que esperava mais julgamento foi a que me deu força e coragem pra seguir em frente. ... A pessoa que recriminaria e me colocaria pra baixo o fez...Outras pessoas me apoiaram e me deram palavras de carinho e amizades, outras simplesmente me colocaram pra baixo e me questionaram...
E quanto a mim? Senti-me ora forte, com coragem pra enfrentar as consequências que estavam por vim e ora me senti um nada...
Mas, parece que expondo os problemas e trilhando um caminho foi quando as coisas começaram enfim dar certo...
Os problemas quase não existem mais, não comparados com os antigos... hoje já posso ajudar as pessoas que amo, o que não poderia se não tivesse buscado mudanças...
E aprendi: nuca deixe pra resolver as coisas amanhã porque pode ser que amanhã seja tarde. Nunca espere das pessoas alguma atitude ou opinião pré-formada, possa ser que você se engane muito... e, por fim, nunca deixe de ser você por ninguém, afinal, a vida é só uma, e ninguém vai viver sua vida a não ser você.

domingo, 27 de fevereiro de 2011

Saudades...


De tantas coisas, tantas pessoas, tantos momentos...
Saudades até chorar...
Huahauhauahauahauhauahaua
Das pequenas coisas, de sonhar coisas que nos deixam pensando o dia todo...
De ficar na calçada conversando com os vizinhos, amigos, conhecidos...
Ê saudade...
De minha casinha, meu aconchego...
De sair sem hora pra voltar...
Das cachaças com os amigos da faculdade...
Ow tempo bom.
Ê saudade...
Da velha infância, do meu herói...
Dos amores não correspondidos...
Saudades até daquele velho patins que tanto me fazia cair...
Ê saudade...
Do abraço amigo e carinhoso do meu grande e amado pai...
Dos conselhos mestres da minha avó,
E até das brigas com a minha mãe...
Queria tanto poder voltar no tempo pra fazer tudo exatamente como foi...
Pode reviver cada momento único saboreando cada segundo com a felicidade transbordando...
E me sentir feliz novamente...
Pessoas, momentos, lugares...recordações!!!

Dias, que dias...

Sabe aqueles dias que você fica pensando, pensando e não chega à conclusão nenhuma?
Pois eh estou eu a passar por esse dia...
Não sei o que se passa comigo...
Nem sei mais o que sinto o que tenho vontade, ou mesmo o que quero fazer...
Parece que tudo está ruim.
Esperava algumas coisas se definirem para tudo se acertar, mas ai, tudo se definiu, tudo se acertou e eu continuo assim... esperando algo acontecer pra me tirar dessa tristeza constante e inconstante...vai entender...
Contrastes a parte, devo dizer que mudei.
De repente joguei tudo pra cima e resolvi viver de cabeça pra baixo...
Doida, louca, ou simplesmente sem definições...
Sai lah o que se passa dentro de mim... queria eu saber...
É só um sentimento sem explicação, ou será que isso realmente pode se chamar de sentimento.
Será que eu estou vivendo em nada ou coisa nenhuma??
Estou chegando à conclusão que preciso de um empurrão pra voltar à vida.
Achar felicidade onde não se tem alegria onde só resta tristeza e preocupação...
Queria ser uma eterna criança sem nada a se preocupar, apenas com a prova do dia seguinte, mal sabendo ela que isso na vida não é nada...
Mas de criança eu não tenho nada...
Idade mais uma vez se aproximando e as crises se aglomerando...
Alguém tem um manual que ensine a viver... ser feliz com pouco ou coisa nenhuma??
Estou precisando mesmo é me encontrar e recapitular o que a muito anda perdido: minha alma, meu ser, minha vida!!!